MTA: Novembro 2013

Até para o ano!

A 17ª Mostra de Teatro de Almada chegou ao fim. Participaram 14 grupos que conseguiram levar centenas de pessoas a assistir aos 17 espectáculos programados nos vários espaços do concelho de Almada.

Muito obrigado a todos e até para o ano!

17ª MOSTRA DE TEATRO DE ALMADA: 7 - 24 NOVEMBRO.2013

DESTAQUES DA ÚLTIMA SEMANA da 17ª Mostra de Teatro de Almada
[21 a 24 Novembro]

Antes de chegar ao fim, o programa da 17ª Mostra de Teatro de Almada (MTA) inclui seis espetáculos para assistir na última semana, entre os quais três estreias, e ainda uma tertúlia dedicada ao tema da dramaturgia.

No dia 21 de Novembro, às 10h30 e 16h, as Produções Acidentais apresentam no Teatro Municipal Joaquim Benite a sua mais recente criação, “Assim falou Beremiz” (M/9), a partir de um texto de Malba Tahan. A dramaturgia é de João Vasco Henriques e Luzia Paramés que também encena este espetáculo que desvenda aos mais novos a poesia dos números.   

Às 21h30, no Auditório Fernando Lopes-Graça estreia “Ferida Aberta Woyzeck” (M/12), encenação de Alexandre Pieroni Calado com Gustavo Vargas e Tiago Mateus, a nova produção da Artes e Engenhos. Partindo de fotografias e de desenhos do cenário, assim como das anotações de ensaio e da versão dramatúrgica de “Woyzeck” (1978) do Teatro da Cornucópia, movimentamo-nos até um espetáculo impossível. Woyzeck é uma ferida aberta: sob o véu da pele, a nudez da carne.  

Na mesma sala, a 22 de Novembro, às 21h30, O Grito estreia “Monólogos” em que apresenta “Os Malefícios do Tabaco” de Anton Tchekhov seguido de “O Rei Imaginário” de Raúl Brandão (M/6). Duas peças irónicas e intimistas num único espetáculo, com encenação de Anabela Neves e interpretação de José Vaz e Jefferson Oliveira.

A peça “Diário de Anne Frank” (M/12) de Frances Goodrich e Albert Hackett sobe ao palco do Auditório Pluricoop, no Pragal, pelo Grupo de Teatro da Associação Cultural Manuel da Fonseca, no Sábado, 23 de Novembro, às 18h. Com encenação de Gisela Barroso, esta versão cénica de um dos livros mais lidos no mundo conta com um vasto elenco.

Às 21h30, o Grupo de Teatro do Beira Mar estreia o texto original “No mundo da Fantasia…” (M/8), da autoria e encenação de Marisa Caeiro, Paula Guardado e Rui Vieira. «No Mundo da Fantasia existe alguém a quem o destino roubou a filha e transforma numa feiticeira má que, tentando aliviar a sua dor, lança uma maldição na busca de uma nova menina. Da luta entre o mal e o bem, batalhas vão ser travadas, numa história contada através da dança.»

No último dia da MTA, 24 de Novembro, Domingo, realiza-se a tertúlia “Mostra.Reescritas” sobre o tema da dramaturgia com a presença de Anabela Mendes e Mickaël de Oliveira e moderação de Alexandre Pieroni Calado, Karas e Maria João Garcia. Este espaço de debate é aberto ao público e acontece a partir das 16h no Teatro Extremo.

O encerramento da 17ª Mostra de Teatro de Almada é às 21h30 nos Recreios da Trafaria, onde o GITT, grupo que soma mais de 40 anos, apresenta “O meu fado – muito mais do que uma pirosa estória de amor” (M/12). Da autoria de Carlos Amaral, José Teixeira, Xico Braga e encenação de Carlos Amaral, este espetáculo conta com a participação da fadista Ana Guerra e dos músicos José Carita e Paulo Miranda. Num ambiente de Casa de Fado onde se movem 12 personagens, ao som de música ao vivo, são debatidos problemas sociais da atualidade e questões filosóficas como a eterna procura do amor.

Após o espetáculo, o público está convidado para mais um espaço de convívio com os artistas que participam neste evento único e singular a nível nacional, uma organização conjunta da Câmara Municipal de Almada e Grupos de Teatro, desde 1996.

Cancelamento de espetáculo

O espetáculo “Querido Monstro” agendado para Domingo, 17 de Novembro, às 16h, no Teatro Municipal Joaquim Benite, foi cancelado por motivo de falecimento de um familiar da equipa do GITT. Agradecemos a compreensão do público.

17ª MOSTRA DE TEATRO DE ALMADA: 7 - 24 NOVEMBRO.2013

DESTAQUES DA 2ª SEMANA da 17ª MTA
[15 a 17 Novembro]

A Menina dos Meus Olhos, que este ano celebra 10 anos, participa na 17ª Mostra de Teatro de Almada com o espetáculo “O Peso de uma Semente” de Marina Nabais (Sexta, 15/11, às 21h30, Auditório Fernando Lopes-Graça, M/8), que estreou em Guimarães no Festival GuiDance, passou pelo Teatro Maria Matos e acontece pela primeira vez em Almada. Com um prólogo interpretado por um conjunto de jovens, este solo de dança parte da depuração do espaço corporal, sonoro e cénico para explorar o paradoxo entre esforço e inércia.



O Grupo de Teatro da Associação Cultural Manuel da Fonseca estreia um espetáculo dirigido a todas as idades, com texto inédito de Gisela Barroso e Alberto Amorim, “Estórias para serem contadas” no Auditório da Pluricoop, no Pragal (Sábado, 16/11, 18h). Com 20 anos de atividade, este coletivo tem a particularidade de integrar elementos dos 5 aos 70 anos.

No mesmo dia, às 21h30, a Artes e Engenhos, sediada na Faculdade de Ciências e Tecnologia e composta por criadores com formação científica, apresenta “Instrução Musical II” (M/8) na Casa Municipal da Juventude em Cacilhas. Espetáculo criado a partir da documentação do processo criativo de “Instrução Musical I” estreado no ano passado que explora a relação entre mestre e aprendiz através da música.   

O Ninho de Víboras estreia em sessão dupla no Teatro Municipal Joaquim Benite (16/11, 21h30 e 17/11, 18h) mais uma nova criação da autoria de Maria João Garcia. “Dilema” (M/12), com interpretação da bailarina Carla Ribeiro e a participação dos alunos de Artes do Espetáculo da Escola Secundária Anselmo Andrade, é um ponto de partida para uma reflexão conjunta sobre as escolhas e decisões que fazemos.

Ainda no Domingo, 17 de Novembro, às 16h, o GIIT da Trafaria traz ao Teatro Municipal Joaquim Benite a sua mais recente criação “Querido Monstro” (M/12). Neste espetáculo baseado na obra do escritor espanhol Javier Tomeo, uma suposta entrevista de um jovem à procura do seu primeiro emprego deriva num confronto de pontos de vista sobre a família, política, música, literatura e gastronomia.

O Teatro ABC.PI encerra a segunda semana da Mostra com o tema do amor e estreia “O Cântico da Salumita” (M/12) inspirado no livro de Salomão, com interpretação da atriz Laurinda Chiungue, 17 de Novembro, às 21h30, no Auditório Fernando Lopes-Graça.

A 17ª Mostra de Teatro de Almada, uma organização conjunta da Câmara Municipal de Almada e Grupos de Teatro, continua até 24 de Novembro com mais espetáculos das Produções Acidentais, Artes e Engenhos, O Grito, Grupo de Teatro da Associação Manuel da Fonseca, Beira Mar e GITT.

Acompanhe toda a programação da 17ª Mostra de Teatro de Almada em www.mostradeteatrodealmada.blogspot.com e www.facebook.com/MostraTeatroAlmada

COMEÇA HOJE A MOSTRA DE TEATRO DE ALMADA!

Programa de Abertura - 7 Novembro, 20h30
Auditório Fernando Lopes-Graça no Fórum Municipal Romeu Correia, Almada

20h30: música "Seara de Vento"
21h00: comunicações da organização:
- Câmara Municipal de Almada: Presidente Joaquim Judas e Vereadora Mara Figueiredo
- Grupos de Teatro de Almada
21h30: estreia do espetáculo “Partir” de Sarah Adamopoulos pelo Teatro de Areia